Como a Punheta Guiada pode ajudar no controle da ejaculação precoce

Como a Punheta Guiada pode ajudar no controle da ejaculação precoce

Como a “Punheta Guiada” pode ajudar no controle da ejaculação precoce

Talvez você já tenha ouvido falar em meditação guiada. Mas em “punheta guiada”?

Bem, se você nunca ouviu falar disso, agora você vai saber um pouco mais sobre essa maneira de se masturbar.

Essa é uma categoria que está ganhando cada vez mais fãs em sites adultos porque traz usa uma interação diferente da pornografia comum. Ao invés de apenas sentar na frente do computador ou do celular e ficar assistindo cenas de sexo, na punheta guiada você é influenciado pelo que está sendo dito pela atriz no vídeo.

Ou seja, não é uma simples punheta. É uma punheta interativa. E por mais estranho que isso possa parecer, a punheta guiada pode servir como um ótimo exercício para controlar a ejaculação precoce. Mas como?

Para responder essa pergunta, vamos ter que fazer uma rápida viagem para a sua adolescência.

Mas antes disso, vamos entender melhor como funciona a punheta guiada.

Como funciona a Punheta Guiada?

Se você procurar no Youtube o termo “meditação guiada”, encontrará vários vídeos com músicas relaxantes onde a voz de um narrador ou uma narradora vai sugerindo o que imaginar para guiar a sua meditação e controlar os seus pensamentos.

A punheta guiada segue essa mesma ideia. Uma atriz vai seduzindo ao longo do vídeo e dizendo ao telespectador como se masturbar.

A apresentação vai de cada atriz. Há atrizes que usam vibradores e próteses de pênis para reproduzir os movimentos da masturbação, outras que fazem strip-tease enquanto te dão instruções.

Os vídeos de punheta ganharam popularidade nos sites adultos justamente por ser uma modalidade em que a atriz sai daquele velho roteiro pornô comum e gera uma experiência mais conectada e direta com o espectador.

Dessa maneira, os vídeos quebram o velho padrão de masturbação com vídeo pornô que a maioria dos homens aprendem desde muito jovens.

E é aqui que entraremos na nossa viagem no tempo para entender porque a punheta guiada pode ajudar homens que têm problemas com ejaculação precoce.

Porque a Punheta Guiada pode ajudar a controlar a ejaculação?

Antes de mais nada, é importante ressaltar que a ejaculação é uma questão que, se perdura por mais de 6 meses e ocorre em mais de 50% das tentativas de sexo ao longo desse período, é importante que se procure um profissional capacitado para tratar a questão.

Entretanto, podemos aqui debater sobre a raíz do problema da ejaculação precoce e por que o exercício da punheta guiada pode contribuir para prolongar a capacidade de conseguir segurar a ejaculação.

  • Primeiro: sobre a raíz da ejaculação precoce

A ejaculação precoce raramente está ligada a um fator biológico ou hereditário. Na maioria das vezes, ela está ligada a algum fator psicogênico. É por isso que a ejaculação precoce costuma ser tratada primeiramente com psicoterapia, pois quase sempre está ligada ao psicológico.

Quando adolescente, o homem começa a descobrir a sua sexualidade e o potencial de prazer que consegue ter com o seu pênis. E o primeiro movimento que descobre para obter esse prazer é o de friccionar o genital, que é a famosa punheta.

Esse movimento é o mais óbvio anatomicamente e também o que proporciona estímulo que dá um prazer imediato e leva ao orgasmo muito rapidamente, o que causa a resposta fisiológica disso, que é a ejaculação.

Acontece que o nosso cérebro é viciado em prazer, e a sensação de orgasmo é processada pelo cérebro da mesma maneira que uma droga potente. Logo que passa a sensação do orgasmo, o seu cérebro quer mais prazer o mais rápido possível.

E quando o homem é ainda adolescente, ele tem muita energia. Tem uma capacidade muito mais rápida de se recuperar do período refratário do pênis após a ejaculação (que é aquele intervalo entre uma gozada e outra que o homem precisa para se recuperar).

Então, ainda na puberdade, o homem aprende a se masturbar rapidamente, várias vezes seguidas, com um objetivo definido: o orgasmo.

O problema é que isso se torna um hábito sexual que condiciona o organismo do homem a responder ao prazer sempre da mesma maneira, o que acaba reduzindo a sua capacidade de sentir mais prazer e conseguir durar tempo o suficiente para que uma transa deixe uma mulher satisfeita.

  • Segundo: condicionamento visual + vício mental = gozada rápida 

Quando o assunto é excitação sexual, o homem costuma ser facilmente estimulado pelo sentido da visão.

Não é à toa que o público que mais consome pornografia é o homem, e não as mulheres. E justamente por isso existe toda a indústria cinematográfica da pornografia. Os filmes pornôs são produções de performances sexuais fictícias, editadas para que sejam mais estimulantes à imaginação que ao próprio prazer sinestésico da experiência sexual.

Os homens usam a pornografia para projetar mentalmente sua presença numa cena de sexo onde tudo é possível, enquanto se masturbam para ter a resposta sinestésica que gostariam de ter se estivessem realmente vivendo aquela projeção.

A questão é que, nessa hipnose, o corpo não sente muito prazer entre o início da masturbação e o orgasmo. Até que a ejaculação aconteça, o telespectador apenas executa um movimento mecânico rápido com o seu pênis para chegar rapidamente a uma descarga de prazer.

E isso acontece muito rapidamente, é necessário no máximo 2 minutos de estimulação contínua da masturbação para que um homem ejacule. Então, na maioria dos casos, o homem não consegue nem mesmo terminar de assistir um vídeo pornô de 10 minutos antes de ejacular.

O resultado disso é um orgasmo fraco, uma sensação muito rápida de alívio mas que vem seguida de uma sensação de vazio e de insuficiência.

Nessa dinâmica, o homem não é capaz de desfrutar dos diferentes níveis de excitação sexual que existe entre o início da masturbação e o orgasmo, que geralmente vem junto com a ejaculação.

O maior problema de quem sofre de ejaculação precoce é o condicionamento mental de que só é possível sentir prazer sexual atingindo o orgasmo com o seu genital.

  • Terceiro: quebrando o paradigma de um modelo com uma nova experiência

A punheta guiada não é exatamente um conceito totalmente novo no mundo do prazer sexual. Os antigos “tele-sexo” usavam a mesma estratégia de interagir com o ouvinte no outro lado da linha usando instruções com sedução e erotismo.

Mas ainda assim os vídeo de punheta guiada são um formato de conteúdo erótico que foge ao que é comum para a maioria dos homens, porque a sua experiência valoriza mais o processo para se chegar ao orgasmo que o próprio orgasmo em si.

Ao longo do vídeo, as atrizes incentivam o telespectador a aguentar até o final do vídeo sem ejacular. E elas fazem isso instruindo quando não tocar o pênis e apenas olhar para elas, buscando sentir a própria respiração e as sensações do corpo.

Esse novo paradigma de sentir prazer é o que treina a capacidade de um homem conseguir ficar mais tempo sem ejacular.

Ao contrário do que muitos homens acreditam, aguentar tempo o suficiente sem gozar para que uma mulher consiga gozar junto não significa ficar penetrando ela sem parar durante todo esse tempo. Tem mais a ver com a sua capacidade de não ceder à necessidade imediata de gozar, e saber a hora de parar de estimular o seu pênis para impedir que isso aconteça.

Com a punheta guiada, é possível ter uma experiência que ajude a sua mente a não ficar obcecada pelo orgasmo e te levar a ejacular rapidamente. Ela ajuda a concentrar a sua mente no prazer que circula pelo seu corpo e nas sensações que indicam se o orgasmo está próximo ou não.

Essa abordagem diferente da masturbação com vídeos na internet pode ajudar muito nesse condicionamento mental que causa a ejaculação precoce, muito caracterizado pelo estado de ansiedade e pressa.

Para ir além e se dar mais prazer sem preocupação com a ejaculação

A punheta guiada pode ser uma maneira de treinar a sua capacidade de suportar prazer sexual e prolongar o seu tempo de ejaculação.

Apesar de não ser considerada uma via terapêutica, é uma ferramenta de fácil acesso que pode ser utilizada para desenvolvimento próprio levando todas as considerações que foram vistas aqui.

Para quem quiser ir além nessa prática, aqui no blog tem um outro artigo com 2 técnicas de emergência para segurar a ejaculação.

Clique ou toque no botão abaixo para ler o artigo agora. 

? Quero conhecer as 2 técnicas para segurar a ejaculação na hora